/ NOTÍCIAS / NAC do Campus União da Vitória expõe as fotos vencedoras do concurso fotográfico “Entretanto, a vida”

NAC do Campus União da Vitória expõe as fotos vencedoras do concurso fotográfico “Entretanto, a vida”

Publicado em

Excursões Estáticas – Fotografia de Lucas Cobene

Lembrar que a vida continua acontecendo, mesmo em meio a um período de distanciamento social e de uma pandemia que surpreendeu a todos e alterou os planos para o ano de 2020. Esse foi o objetivo do concurso fotográfico, desenvolvido pelo Núcleo de Arte e Cultura – NAC do Campus União da Vitória, Entretanto, a vida.

O concurso contou com uma série de três lives com a participação de fotógrafos da região que falaram sobre os fundamentos da fotografia, a carreira do fotógrafo e deram dicas para os iniciantes alcançarem os melhores resultados possíveis em seus registros.

A divulgação dos vencedores foi transmitida ao vivo no canal do YouTube do campus e apresentada pela equipe que compõe o NAC da unidade, gerando comoção dos estudantes premiados no concurso e de suas torcidas.

“Conquistar o primeiro lugar foi uma honra, uma felicidade enorme em saber que a obra que eu produzi com tanta insegurança, mas também, com tanto propósito, chegou a esse lugar”, comemora Lucas Cobene, autor da imagem intitulada Excursões Estáticas, escolhida para ocupar a primeira colocação no concurso.

O tema do concurso foi a quarentena e os estudantes e servidores da unidade foram desafiados a retratarem as implicações que a sociedade vem enfrentando nesse momento de limitações. Dentre as fotos enviadas, foram selecionados os três primeiros colocados, de acordo com a escolha dos profissionais convidados para realizar o julgamento do concurso, Jéssica Kukul, Luana Luczka e Francisco Caznok .

Para a estudante do quarto ano do curso Técnico em Informática e criadora da foto premiada com o terceiro lugar na competição, Jennifer Novak, a participação no concurso foi desafiadora. “O momento em que estamos passando é muito confuso e eu não sabia muito bem o que retratar e o que dizer com a foto. Porém, o sentimento que prevaleceu é que o tempo parou, que estamos vivendo no automático, e foi isso que eu quis retratar na minha fotografia”, declara.

Representar em uma imagem o sentimento de enfrentar essa quarentena também foi o pensamento do autor da foto escolhida para ocupar a segunda colocação da disputa, o aluno do quarto ano do curso Técnico em Informática, Bruno Muller.

“Algo marcante para mim, durante o período de afastamento social, foram as diversas conversas com minha avó e seu anseio pelos passeios nas ruas da cidade. Para escolher como transmitiria esse anseio, pensei com cautela e decidi que seria algo simples, algo que realmente passasse o sentimento de saudade dos tempos de ‘normalidade’. Assim, o olhar profundo de minha vó ‘caiu como uma luva’ pois, sei que como ela, todos nós, em especial os mais velhos, sentem a falta da liberdade que antes tínhamos”, explica Bruno.

Já, Lucas Cobene, conta que buscou capturar as percepções das pessoas sobre esse momento e eternizá-las, em um auto-retrato.

“A minha fotografia foi construída no intuito de retratar a ideia de que nesse período estamos presos e entrelaçados em dois pareceres: o nosso olhar próprio, unicamente vindo de dentro de nossas instâncias, que é edificado pela esfera de subnotificações do cenário da COVID-19, e pelos faltosos informes por parte das regências superiores da nossa sociedade; obviamente, também deixando liberta a interpretação da obra, buscando criar um mundo em cada espectador que a explore”, relata Lucas.

As fotografias premiadas serão expostas em uma galeria virtual nas redes sociais do campus e do NAC, e a imagem que conquistou o primeiro lugar na competição ficará como capa das páginas do Facebook da unidade.

“A arte é uma constante luta contra um sistema que a reduz em simples relações monetárias, por isso é inspirador saber que existem espaços inclusivos tão perto de mim que estimulam o manifesto artístico das nossas angústias dessa forma, ainda mais nesse período tão difícil”, finaliza Lucas.

Leia mais

Av. Paula Freitas, 2800,  Bairro São Braz – CEP 84603-264 – União da Vitória – PR

Topo