Abordagem Intercultural no Ensino de Línguas

Abordagem Intercultural no Ensino de Línguas: pesquisa e produção de material didático para o Curso de Formação Inicial e Continuada de Inglês Intermediário’

  Acesse o material confeccionado pelo projeto: Intercultural Activites

O presente material didático é fruto do projeto de pesquisa no Instituto Federal do Paraná (IFPR) da professora Alessandra Bernardes Bender (de janeiro/2016 a agosto/2017 e desde dezembro/2019), com a participação do estudante bolsista Lucas Zapotoczny, do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – Pibic Jr. IFPR/CNPq (Edital n. 03/2020 – Dipe/Proeppi), de setembro/2020 a maio/2021. O título do projeto de pesquisa é ‘Abordagem Intercultural no Ensino de Línguas: pesquisa e produção de material didático para o Curso de Formação Inicial e Continuada de Inglês Intermediário’.

O material busca auxiliar o desenvolvimento dos conteúdos do Curso de Formação Inicial e Continuada de Inglês Intermediário. As atividades se baseiam nos pressupostos da Abordagem Intercultural, que valoriza as ações de conhecer o outro e de refletir sobre si próprio, sem medidas de certo e errado, melhor e pior. O acesso a outros modos de ver e compreender a realidade, desse ponto de vista, colabora para a formação de uma atitude solidária e aberta ao diálogo entre culturas.

O livro é composto de uma breve fundamentação teórica e de seis atividades interculturais. A primeira atividade versa sobre os conceitos de língua, cultura e interculturalidade. A segunda discute estereótipos nacionais. A terceira aborda o uso de estrangeirismos. A quarta problematiza a associação entre vestuário e identidade. A quinta atividade traz a temática das manifestações populares. E, por fim, a sexta apresenta a interação entre duas culturas diferentes e os possíveis resultados positivos desta interação.

Objetivo geral dessas atividades:

  • é promover o desenvolvimento linguístico (conhecimento de conteúdos gramaticais e lexicais) aliado ao intercultural (habilidade de compreender e de interagir com discursos de diferentes identidades sociais).

Os objetivos específicos são:

  • superar estereótipos que reduzam o indivíduo de um complexo ser humano a alguém que representa uma “cultura” ou um país;
  • relativizar valores, crenças e comportamentos próprios, não assumindo que eles são os únicos possíveis e/ou corretos
  • adquirir habilidades de comparação, interpretação e associação, utilizando reflexiva e criticamente o conhecimento linguístico aprendido.

O material didático foi enviado por e-mail a todos os docentes de inglês do IFPR e obteve vários retornos positivos, dentre eles o interesse da professora Lediane Manfé de Souza, do Campus Cascavel, em utilizar o material na bibliografia dos cursos de ensino médio.

“Durante o projeto, entrei em contato com teorias sobre nosso mundo que mudaram totalmente a maneira como eu enxergo nossa realidade, e essa mudança definitivamente foi para melhor. Posso dizer com segurança que agora sou uma pessoa muito mais consciente sobre o tempo em que vivemos, e que agora possuo uma bagagem intelectual e cultural imensuravelmente maior” – Lucas Zapotoczny.

“A orientação do Lucas superou as minhas expectativas e foi um dos poucos momentos de alegria e de realização durante a pandemia. O Lucas se dedicou muito e fez com que eu tivesse, cada vez mais, interesse em divulgar o nosso projeto. Participamos, assim, virtualmente, de um evento local, o Enaproc (Uniuv), em conjunto com os estudantes Bruno Müller e Rhyan Stefanowicz, e participamos, também, de um evento internacional, o III Seminário Internacional da Associação Brasileira de Professores de Língua Inglesa da Rede Federal de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (III SIABRALITEC). Por todo esse processo de construção conjunta do conhecimento científico, incentivo tanto docentes quanto estudantes a participarem dos editais de seleção de projetos de pesquisa e extensão: é uma experiência incrível!” – Alessandra Bender, sobre a participação do bolsista no Projeto.

Projeto de Pesquisa sobre interculturalidade no ensino de línguas disponibiliza material didático confeccionado pela equipe

Av. Paula Freitas, 2800,  Bairro São Braz – CEP 84603-264 – União da Vitória – PR

Topo