Portal Padrão Barra de Identidade Visual do Governo Federal na Internet - APLICAÇÃO do Governo Brasileiro

Nota de esclarecimento

Publicado em maio 8, 2018

Em relação à matéria publicada na última sexta-feira, dia 04 de maio, no jornal Gazeta do Povo, o Instituto Federal do Paraná aponta que as emendas parlamentares são um instrumento legalizado de alocação de recursos públicos do orçamento federal apresentadas, por exemplo, visando melhor servir a sociedade por meio da educação se destinadas à instituições públicas de ensino.

Em resposta a matéria “Chefe da Casa Civil de Cida Borghetti está na mira do STF por emenda ao IFPR”, o Instituto salienta também a legitimidade dos concursos públicos para provimento de cargos no âmbito da administração direta e indireta da União, conforme a Lei, e a observância dos princípios constitucionais como publicidade, isonomia, transparência e impessoalidade.

O IFPR lembra ainda que os servidores Anderson Sanita e Irineu Colombo, mencionados na referida reportagem, são servidores efetivos da instituição e atuam como professores em exercício nos campi Cascavel e Pinhais, respectivamente.

O IFPR está à disposição para esclarecimentos adicionais.